Conecte-se conosco

Deputados destacam iniciativa pioneira de Corumbá em suspender pesca do dourado

man-fountain

Interior

Deputados destacam iniciativa pioneira de Corumbá em suspender pesca do dourado

Pesca da espécie "Dourado" está proibida por 10 anos na região de Corumbá.

Participando da solenidade de sanção da lei que restringiu a pesca do dourado pelo período de 10 anos, nos limites territoriais de Corumbá, os deputados estaduais Beto Pereira e Rinaldo Modesto – ambos do PSDB – destacaram a iniciativa do prefeito Ruiter Cunha e Oliveira, em conjunto com a Câmara Municipal, em estabelecer a moratória da captura daquela espécie de peixe.

“Parabenizo Corumbá pelo protagonismo da lei. Primeiro, aquela de 2012 pelo prazo legal de cinco anos e agora essa nova iniciativa de lei por 10 anos de moratória da pesca do dourado, contribuindo e muito com o ecosistema pantaneiro e dando um recado ao Mato Grosso do Sul e para o Brasil de sua preocupação constitucional com o meio ambinte. Parabenizo o prefeito Ruiter Cunha pela iniciativa e a Câmara de Vereadores pela sensibilidade que teve diante de um tema tão delicado. Não tenho dúvidas que Corumbá está fazendo história com essa ação”, afirmou o deputado Beto Pereira.

O parlamentar teve rejeitado, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, projeto de lei que previa a proibição da pesca do dourado em rios de Mato Grosso do Sul, por oito anos. “Tivemos um duro embate e por força de um voto tivemos rejeitado o projeto. Mas, levaremos essa iniciativa de Corumbá em breve estaremos discutindo uma nova iniciativa de lei. Temos de restringir  pesca no estado, senão iremos padecer da falta de pescado”, afirmou o deputado estadual. Em 2012, a lei de proibição da pesca do dourado foi iniciativa da segunda administração do prefeito Ruiter Cunha. 

Rinaldo Modesto, mais conhecido por Professor Rinaldo, afirmou que a população corumbaense é a mais beneficiada com a medida. “Parabenizo a iniciativa. Há uma tendência mundial de termos a pesca esportiva com pesque e solte. É uma forma de preservarmos essa espécie importante que é o dourado. A restrição é fundamental para atrairmos cada vez mais turístas. O meio ambiente ganhaa sim, mas quem ganha mais é a população e consequentemente a economia corumbaense”.

Autor do projeto de lei municipal, o vereador Rufo Vinagre (PR) exaltou a sanção. “Foi um projeto, que agora virou lei, com um cunho social muito grande. Essa discussão foi levntada inicialmente em 2009. Definimos o prazo de 10 anos porque em três anos o peixe deixou a cota dele depositada no rio. Num período de cinco anos, a desova é suspeita no primeiro e último anos. Somos o primeiro município do Brasil a desenvolver esse trabalho estudando um peixe topo de cadeia alimentar. Fizemos essa lei, temos de continuar, foi um grande benefício para a cidade e o estado”, finalizou.

Ver matéria completa

Faça seu comentário sobre "Deputados destacam iniciativa pioneira de Corumbá em suspender pesca do dourado"

Agora no site

Transparência Câmara
Subir