Conecte-se conosco

Exclusivo: Vereador Marcelo Iunes faz denúncias e pergunta: cadê o dinheiro de Corumbá?

man-fountain
Prefeito Junior de Fátima do Sul e Vereador Marcelo Iunes de Corumbá: duas das cidades contempladas pelo Governo Azambuja, para o Carnaval 2016.

Política

Exclusivo: Vereador Marcelo Iunes faz denúncias e pergunta: cadê o dinheiro de Corumbá?

Em uma polêmica e reveladora entrevista com áudio, o Vereador e Pré-Candidato à Prefeito de Corumbá fala sobre Carnaval, Política, Superfaturamento, Eleições 2016 e muito mais.

Única autoridade corumbaense constituída no evento de lançamento dos investimentos do Governo do Estado para o Carnaval 2016 Sul-Matogrossense, o vereador Marcelo Iunes (PTB) deu uma entrevista exclusiva e polêmica, ao MS Diário.

Na entrevista, Marcelo Iunes ressaltou a importância do Governador  ter repassado o valor desse investimento com maior antecedência para as entidades, (cerca de 20 dias). Segundo ele, nos governos anteriores, esse repasse era feito poucos dias antes do início do Carnaval, o que dificultava muito a vida das Escolas e Blocos, das cidades mais carnavalescas do Mato Grosso do Sul: Corumbá e Ladário.

Ele também ressalta que o Carnaval é uma época que gera muitas oportunidades de emprego e geração de renda, movimenta a economia local e melhora a crise - ainda que outras pessoas pensem o contrário. Não apenas o comércio de alimentação é movimentado, mas também o de vestuário, beleza e perfumaria: calçados, roupas, maquiagem, adereços, fantasias e acessórios atingem um boom de vendas durante essa época do ano, ajudando a alavancar o moral e o otimismo do setor comercial.

Marcelo também disse que existem duas festas que o corumbaense tem prazer em realizar e participar: Carnaval e São João, e que essas tradições culturais têm que ser mantidas na cidade. O vereador ressalta que existe muita demagogia ao dizer que não deveria ser realizado o Carnaval, e que esse dinheiro deveria ser investido na saúde:  

“Corumbá recebeu esse ano, cerca de 100 milhões de reais que deveriam ter sido aplicados na saúde. Cadê esse dinheiro? Eu, como vereador, estou fiscalizando isso aí. São 100 milhões de reais nesse ano, dá quase 10 milhões de reais por mês.”

Segundo o vereador, o Carnaval é um investimento da cidade e do Estado, que gera lucro - ou seja, dá retorno para a região:

“É um investimento de 2, 3 milhões que com certeza acabam virando 10, 12 milhões - que será depois, o total da arrecadaçõa do Carnaval em Corumbá. Vai gerar no mínimo, cerca de 1.000 empregos diretos, sem contar com os indiretos, como os ambulantes - onde alguns chegam a faturar mais de R$ 1.500,00 por noite de festa, chegando ao final do evento com cerca de R$ 4.000 reais líquidos.”

De acordo com o edil, não se pode olhar para o Carnaval apenas como uma festa:

“Carnaval é uma indústria de empregos, de geração de renda e turismo. Tem que ver por esse ponto de vista.”

SOBRE CORUMBÁ

Perguntado sobre a quantidade imensa de reclamações e denúncias sobre má gestão administrativa que chegam à nossa redação - diariamente - e sobre as funções de fiscalização do Executivo Municipal, Marcelo Iunes foi direto:

“O cara quer falar que Corumbá está em perfeitas condições? É mentira do Chefe do Executivo Municipal. Agora gastar um milhão e quatrocentos mil reais em um posto de saúde, o postinho da Mulher? Um milhão e duzentos mil reais para reformar a Ladeira Cunha e Cruz?”

FISCALIZAÇÃO, CONIVÊNCIA E RESULTADOS  
  
“Trabalho de fiscalização da minha parte, existe. Infelizmente não posso prometer que vou conseguir levar adiante as suspeitas de superfaturamento porque lá (na Câmara) a maioria dos vereadores são da situação (aliados ao Prefeito) aí a gente entra com um requerimento cobrando isso aí e eles não aprovam. Eu vou entrar no Ministério Público, porque é inadmissível gastar 1 milhão e 400 mil com reforma de um posto de saúde, e não tem medicamentos, não tem exame, não tem médico. Você quer enfeitar sua casa, então primeiro mora dentro dela. Você tem uma big de uma casa, mas não tem fogão, nem geladeira e nem cama de dormir? Gastar 1 milhão e 400 mil pra quê? Para deixar o prédio bonito e por dentro, tudo oco? Nem exames essenciais para acompanhamento de câncer, a Prefeitura paga. Pra dizer a verdade, nem Dipirona e Captopril têm - esse último, essencial para pacientes hipertensos.” 

AÇÕES

Sobre seu futuro, Marcelo Iunes adverte que passado o Carnaval, ele não vai mais entrar com requerimentos - que mostraram-se ser inúteis, com a atual composição da Câmara:

“Vou entrar com Mandados de Segurança direto no Ministério Público, já que não posso ter aprovados os requerimentos. É difícil trabalhar, quando a oposição é pequena. Hoje nós somos só três ou quatro, que fazem oposição”.

“O Ministério Público diz que a função de fiscalizar (a Prefeitura) é nossa, mas lá, a Lei Orgânica e o Regimento Interno da Câmara diz que tem que ter a maioria, para fazer as cobranças - mas lá, a maioria é dele (do Prefeito)." 

PROJETOS POLÍTICOS

Questionado pela nossa reportagem sobre seu futuro político no cenário eleitoral 2016, Marcelo disse que “esse não é um desejo dele, mas sim da população”. 

Segundo vereador, a população tem um carinho muito grande por ele e pedem que essa seja sua hora, na disputa por uma cadeira do Executivo Municipal:

“Eu sou um vereador atuante, sempre fui presente na cidade durante todos os meus mandatos. Fico feliz que esse não seja um projeto da Equipe do Marcelo Iunes e sim, da população corumbaense, pois minha aceitação hoje é muito grande.

Por isso, eu sou pré-candidato à Prefeito pelo PTB, onde o Nelsinho Trad (PTB) é o Presidente Regional e tenho também o apoio do Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) - onde sou um dos pré-candidatos do Governador em conversa acertada olho-no-olho, dentro do escritório, na Governadoria.

“Minha rejeição é de 4%, enquanto do atual prefeito é de 40% a 50%. A população conhece quem é arrogante, prepotente ”.

Segundo o vereador, as pesquisas já realizadas estimulam a sua pré-candidatura. Segundo pesquisas realizadas pela sua equipe, ele estava em segundo lugar, mas hoje já ultrapassa o ex-prefeito Ruiter Cunha na preferência popular - porém respeita-o muito como um bom prefeito que Corumbá teve e além de tudo, é seu amigo particular.

“A minha rejeição nas pesquisas é a menor de todos. A rejeição do atual Prefeito é muito alta, por causa da arrogância e da prepotência da pessoa. Acha que sabe tudo, que é dono de Corumbá. Nos vamos entrar, pra Prefeito de Corumbá, para acabar com isso”.

CORUMBÁ NÃO TEM PREFEITO, TEM XERIFE

Nossa reportagem perguntou ao vereador sobre a avalização de alguns corumbaenses que “Corumbá não teria um prefeito e sim, um xerife”, Marcelo Iunes foi enfático:  
  
“Isso é verdade. Acabei de receber um oficio aqui dizendo que os blocos independentes não vão descer e só podem ir para as ruas, depois das 4 da manhã. Não é assim que funciona o Carnaval. A nossa Cultura é diferente. Não é ele chegar aqui (o atual prefeito morava em Campo Grande, antes de assumir seu mandato) e fazer o que bem quer”. 

REFORMAS DE PRAÇAS

Sobre a atual polêmica da reforma das praças, Marcelo Iunes explica:  
  
“Aí pega o dinheiro do tombamento, vai lá e reforma uma praça. “Ah, mas é um dinheiro específico para uma praça!”. Peraí, é um dinheiro para reformar 11 prédios. São 11 projetos. Por que não começou pela Prefeitura Velha? Por que não começou pelo ILA? Começou por duas praças? Brincadeira! Aí o povo fica esse tempo todo sem usar duas áreas de lazer públicas”.

E ainda ressalva:  
  
“E ainda tem a incoerência: 2 milhões para a reforma da Praça da Independência e 600 mil, para a Praça das Nações Indígenas em Campo Grande, que não só pelo tamanho, tem uma proposta cultural muito maior. Lembramos que não é uma reforma, é uma REQUALIFICAÇÃO, até porque a Praça é tombada pelo patrimônio, e não poderá ser alterada em sua estrutura original.

SOBRE OS CANDIDATOS DO GOVERNO À PREFEITURA

Ao indagarmos sobre sua pré-candidatura e sobre o outros prováveis pré-candidatos do Governador, Marcelo Iunes disse:

“Eu e Ruiter somos os pré-candidatos à Prefeito de Corumbá, com o apoio do Governador. O combinado é quem estiver à frente, é que será o candidato e o outro irá apoiá-lo. Eu sou uma pessoa humilde e uma pessoa de palavra e se Ruiter estiver à frente, eu apoiarei ele - e eu tenho certeza que a recíproca é verdadeira. Hoje, as pesquisas indicam que eu estou na frente e tenho certeza que Ruiter irá me ajudar também. Uma dobradinha de Marcelo Iunes prefeito e Ruiter vice-prefeito iria ajudar muito, a minha administração”.

E ainda ressalvou:  
    
“Não adianta dizer que Paulo Duarte terá apoio do Azambuja, que não vai ter. Ele é PT, é oposição. O que ele conseguiu no Governo Pucinelli e até agora no Azambuja? Corumbá já perdeu muito, sem esse alinhamento político. Olhe como Três Lagoas desenvolveu, por causa do alinhamento da hoje Senadora Simone Tebet com Pucinelli - ela era prefeita de lá, na época. A região desenvolveu e a cidade ganhou uma senadora que faz pela cidade. Com esse alinhamento político entre o PTB e o PSDB, com certeza a cidade ganhará no desenvolvimento”.

FORTALECIMENTO DA REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA DA REGIÃO

Sobre esse assunto, o vereador - que foi candidato à Deputado Estadual (pelo PDT), nas eleições 2014, desabafa:

“A população sabe que o prefeito atual não quis “fazer” um Deputado Estadual. Não é que ele não queria “fazer” Marcelo Iunes, mas seu compadre, amigo de infância, que falava de boca cheia “meu irmão”…aí o Ruiter, coitado, ficou esperando essa amizade, essa reprocidade. Ele ajudou Paulo duas vezes para ser Deputado Estadual, elegeu ele Prefeito, não teve essa reciprocidade e, infelizmente, mostrou quem era ele.  

Eu já fui sondado pelo pessoal do PT, mas lá não tem como compor com o atual Prefeito do município. E outra, se ele “fez” com o compadre, imagine comigo (risos).

Ruiter hoje tem um nome, mas já foi Prefeito. E tenho certeza que ele vai ser nosso Deputado Estadual, que vai ser muito bom, Corumbá ter ele como Deputado Estadual. Não se esquecendo que Ruiter é 1º Suplente de Deputado Estadual e de repente, ele ainda pode assumir esse ano. Quem sabe?”

Confira a entrevista em áudio completa, na íntegra,  aqui:

Ver matéria completa

Faça seu comentário sobre "Exclusivo: Vereador Marcelo Iunes faz denúncias e pergunta: cadê o dinheiro de Corumbá?"

Veja ainda

Agora no site

Top da Semana

Subir