Conecte-se conosco

Pesquisa indica insatisfação da população com a Administração Paulo Duarte, em Corumbá

man-fountain
Prefeitura de Corumbá Imagem: Arquivo

Interior

Pesquisa indica insatisfação da população com a Administração Paulo Duarte, em Corumbá

Pesquisa foi encomendada pela Prefeitura de Corumbá. Empresa contratada fez uma avaliação negativa, da atual gestão.

Boa parte das grandes empresas e órgãos da Administração Pública usam dos serviços de pesquisas de forma rotineira - e com isso podem saber se estão agradando ou desagradando seu público-alvo - pois o ato de realizar pesquisas para aferir os pontos positivos e negativos de uma gestão é uma boa forma de se obter indicadores mais precisos e confiáveis - e com isso, tomar (ou não) decisões sobre os rumos das ações futuras.

O MS Diário teve acesso à uma pesquisa realizada pela empresa analista de mercado campograndense “Companhia de Pesquisa” encomendada pela Prefeitura de Corumbá para o município, realizada em Outubro de 2015 - (cerca de 3 meses atrás) que no mundo das pesquisas qualitativas - ainda é considerada uma pesquisa recente.

Nessa pesquisa, onde foram realizadas 308 entrevistas proporcionais à densidade dos bairros - os entrevistados responderam à um questionário, entre os dias 8 e 10 de outubro de 2015.

O MS Diário resolveu divulgar esse documento porque ela não tem nenhum cunho eleitoral (não compara candidatos e nem estimula o voto), os dados apresentados não são particulares, nem sigilosos ( “preparado com exclusividade para o MUNICÍPIO DE CORUMBÁ - logo, foi paga com dinheiro público e qualquer cidadão poderia/deveria ter acesso ) e os dados apresentados são um panorama muito próximo da atual situação da Cidade Branca: uma avaliação dos serviços prestados até o momento, para a população.

Vamos aos números:

AVALIAÇÃO DO PREFEITO

Como resultado da análise da pesquisa, Paulo Duarte é um prefeito considerado “polêmico”. 35% o aprovam, 28% o desaprovam e 36% o vêem como regular.

De acordo com o documento, é fundamental que Paulo cresça na avaliação para que possa disputar com boas chances sua reeleição.

Os jovens são os que lhe dão maior aprovação: 43% e os mais pobres, 39% dessa faixa social.

ASPECTOS POSITIVOS DO PREFEITO

Apenas a construção de postos e da UPA é que se destacam. As outras ações quase não aparecem. Para 25% não há nada de positivo na gestão de Paulo Duarte e apenas 7% disseram que não sabem responder porque não acompanham sua administração.

ASPECTOS NEGATIVOS DO PREFEITO

De acordo com a pesquisa, os pontos fracos que precisam ser combatidos são a falta de calçamento das ruas, uma gestão mais eficiente e uma saúde de melhor qualidade. A pesquisa também recomenda as menções de falta de creches e de rede de água e de esgoto, por exemplo.

Os itens “Não fez asfalto, não colocou lajotas” e “não arrumou as ruas, não tapou os buracos” ficaram em primeiro lugar nos aspectos negativos.

PRINCIPAIS PROBLEMAS DE CORUMBÁ

A pesquisa mostra que o morador de Corumbá enfrenta três graves problemas: a saúde, o estado das ruas e a segurança. A pesquisa também observa que “o índice de menções à saúde, apesar de ser o mais alto, é bem inferior ao que temos visto em outras cidades” - isso porque os outros dois indicadores ( segurança e estado das ruas ) precisam de tanta atenção quanto a saúde.

A pesquisa também mostra que na saúde faltam médicos, especialistas e remédios - porém, o que mais criticam é o asfalto de má qualidade.

De igual forma, os entrevistados querem mais policiamento nas ruas e reclamam que o índice de desemprego é expressivo.

AVALIAÇÃO DA SAÚDE

De acordo com os dados apresentados na pesquisa, ainda que o Prefeito Paulo Duarte tenha construído postos, a avaliação que a população faz da saúde é sofrível: apenas 24% a aprovam.

SERVIÇOS

Os moradores não consideraram como obras importantes a conclusão do Hotel Galileo, a construção da Praça Céu no Jardim dos Estados, a reforma de duas praças históricas e nem  a mudança no transporte público. Mas consideraram importantes a construção da UPA, de dois centros de educação infantil e a reforma de escolas, por exemplo.

DIVULGAÇÃO

De acordo com a pesquisa apresentada, ainda que a população conheça as obras e serviços da Prefeitura, o que Paulo Duarte fez é considerado insuficiente para 60% dos entrevistados - e que ele teria que ter feito muito mais. Em compensação, apenas 4% disseram que existe deficiência na divulgação do que o Prefeito faz: para 48% ele divulga exatamente o que faz e para 45%, Paulo divulga mais do que faz.

PREFEITO NOS BAIRROS

Nos dados apresentados, 68% dos entrevistados disseram que o prefeito deve estar presente nos bairros. Só 19% disseram que ele é um prefeito presente.

MEIOS DE COMUNICAÇÃO

De acordo com a pesquisa, a população só fica sabendo das ações da prefeitura pela televisão e pelo rádio: uma mostra que as ações de divulgação do trabalho da Prefeitura na internet através de sites de notícias locais e redes sociais são ineficientes.

CONCLUSÃO

A pesquisa apresenta a seguinte conclusão:  

“A população de Corumbá não avalia bem seu prefeito apesar de ter conhecimento de quase todas as obras e serviços feitos e que foram considerados importantes. O que podemos deduzir quando comparamos as necessidades com as obras é que eles sabem que elas foram feitas - mas os serviços não foram prestados. Há falta de médicos, de especialistas e remédios. Tem escolas, mas é preciso capacitar e pagar melhor os professores.”

E a empresa avaliadora finaliza:  

“E há a absoluta necessidade da presença do Prefeito nos bairros. A população não quer mais políticos distantes de seu dia a dia. Quer alguém que pode ouvi-la e entender suas necessidades”.

O link do documento completo (PDF, 11 MB), encontra-se aqui neste link.

Ver matéria completa

Faça seu comentário sobre "Pesquisa indica insatisfação da população com a Administração Paulo Duarte, em Corumbá"

Veja ainda

Agora no site

Top da Semana

Subir