Nossas redes

Saúde

Casos de covid dobram em MS e Saúde cobra municípios para reforçar testes e vacinação

Ofício enviado aos municípios, a SES reafirma a necessidade dos cuidados em relação às novas variantes da Covid-19, confirmadas no país e que podem chegar ao Estado a qualquer momento.

Publicado em

| Créditos: MSDiário/Ilustrativo

Mato Grosso do Sul ainda não tem nenhum caso confirmado da nova variante da Covid-19, chamada BQ.1. Mesmo assim, os casos positivos para a doença voltaram a subir. A SES (Secretaria Estadual de Saúde) emitiu ofício para as prefeituras dos 79 municípios reforçarem a vacinação completa e testagem.

Boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (16) mostra que a média de casos confirmados nos últimos sete dias é de 40,7. Mais que o dobro da média de 18,1 registrada na semana anterior.

De acordo com o secretário Flávio Brito, a secretaria continua monitorando os casos. Para ele, o aumento recente de positivos é consequência dos descuidos da população, aliado a negligência em relação às vacinas.

“O número de casos confirmados ainda não pressiona o atendimento de saúde e os óbitos são poucos, geralmente em pessoas que não completaram o ciclo vacinal disponível, são grupo de risco e abandonaram os cuidados como máscara e álcool”, afirma o secretário.
 

Preocupação com novas variantes da Covid-19

No ofício enviado aos municípios, a SES reafirma a necessidade dos cuidados em relação às novas variantes da Covid-19, confirmadas no país e que podem chegar ao Estado a qualquer momento.

Dessa forma, recomenda que, diante do “alto potencial de gerar uma nova onda de casos de Covid-19”, as variantes causam “grande preocupação” na secretaria estadual que reforça a “necessidade urgente de fortalecimento das medidas mitigatórias contra o Coronavírus, além das rotineiramente já adotadas”.

O Estado também emitiu a Nota Técnica 25, em que relaciona como as secretarias devem agir diante de pacientes com sintomas respiratórios ou com teste positivo para a Covid-19. 

Ainda na nota, o Estado recomenda o uso de máscaras a toda população e o distanciamento social.

É considerada uma pessoa com sintomas respiratórios aquelas que apresentam tosse seca, dor de garganta, ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre.
 

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana