Pantanal MS
19 de Junho / 2024

O novo RG digital unifica o número do CPF como registro geral de identificação e inclui informações adicionais importantes, como tipo sanguíneo e dados sobre doenças. | Créditos: GovMS/Divulgação

  • Publicado em: 03 de Junho, 2024 | Fonte: Ana Santos

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp) anunciou uma ampliação significativa no serviço de emissão do novo RG digital no estado. Agora, os cidadãos poderão agendar o atendimento online com mais facilidade, com um aumento no número de vagas disponíveis. Além disso, um novo posto de identificação foi ativado na capital, situado na Coordenadoria de Apoio aos Órgãos Colegiados (CAORC).

Daniel Ferreira de Freitas, diretor do Instituto de Identificação, afirmou que, a partir do segundo sábado de junho, serão disponibilizadas 250 vagas aos sábados no Pátio Central, com atendimento das 8h às 20h, além do atendimento de segunda a sexta-feira. Ele ressaltou o compromisso em oferecer um serviço de excelência para atender a todos.

Desde a implementação do novo RG, mais de 88.000 carteiras de identidade já foram expedidas em todo o estado. Nos meses de junho e julho, haverá uma ampliação de 40% nos atendimentos na capital, garantindo um acesso mais fácil ao novo documento.

O novo RG digital traz mais segurança, dificultando fraudes e elevando o nível de eficiência do Estado, conforme destacou José de Anchieta Souza Silva, coordenador-geral de Perícias da Polícia Científica. Ele enfatizou que Mato Grosso do Sul continua a liderar na oferta de serviços públicos de qualidade.

Para agendar o atendimento online, os cidadãos devem acessar o link disponibilizado pela Sejusp. É necessário ter em mãos os documentos obrigatórios, como CPF e Certidão de Casamento ou Nascimento. Além disso, documentos opcionais, como Certidão de Naturalização, NIS, PIS, PASEP, tipagem sanguínea e título de eleitor, também podem ser apresentados.

O novo RG digital unifica o número do CPF como registro geral de identificação e inclui informações adicionais importantes, como tipo sanguíneo e dados sobre doenças. Possui um QR Code que permite a validação eletrônica de sua autenticidade, reduzindo a probabilidade de fraudes. A primeira via é gratuita e válida em todo o território nacional, com gratuidade garantida até 2032, conforme determinação do Governo Federal.

Comentários