Nossas redes

Educação

Conselho da UFMS em Corumbá decide suspender calouros em curso de letras até 2024

Curso de Corumbá já está sem calouros há dois anos

Publicado em

O curso que já não ingressava calouros há dois anos, teria novos problemas, como a falta de docentes no quadro de professores. | Créditos: Fachada do UFMS-CPAN (Foto: Divulgação)

Sem calouros desde 2020, a UFMS-CPAN (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Câmpus do Pantanal), em Corumbá, decidiram durante reunião extraordinária, nesta quinta-feira (4), manter suspenso o curso de Letras na unidade até 2024.

Segundo Antônio Matos, do movimento estudantil, a justificativa foi pautada na necessidade de repensar a estrutura do curso para oferecer com maior responsabilidade ensino aos futuros estudantes. O curso que já não ingressava calouros há dois anos, teria novos problemas, como a falta de docentes no quadro de professores.

“O curso de idioma de espanhol não é mais obrigatório nas escolas, isso foi um dos motivos abordados para o não retorno do curso agora. O conselho votou, sendo a maioria composta por coordenadores, de que precisam de um tempo para se estruturar. Tivemos perca de cinco professores, alguns por remoção de problema de saúde e outros substitutos que não tiveram o contrato renovada. É um processo muito triste para nós alunos, pois pode ser que mais professores sejam removidos do quando até o final do ano”, pontua.

Ainda conforme o estudante, acadêmicos estão debatendo o assunto para realizar um movimento o mais breve possível. “Ocorreu uma reunião nessa semana, com pró-reitor de graduação e nós das reivindicações estudantis não fomos convidados para participar. Nós sentimos excluídos de todo esse processo”.

A reportagem entrou em contato com a UFMS, por e-mail, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para um posicionamento.

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana