Pantanal MS
20 de Maio / 2024
  • Publicado em: 14 de Maio, 2024 | Fonte: Ana Santos

Na segunda-feira (13), o Governo do Estado, por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde), recebeu do Ministério da Saúde a primeira remessa da vacina Monovalente XBB da Moderna contra a Covid-19, destinada aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Os imunizantes chegaram à sede da coordenadoria de Imunização da SES, onde ficarão disponíveis para solicitação pelos municípios, dentro do quantitativo especificado, para posterior retirada ao longo desta semana.

De acordo com Ana Paula Goldfinger, coordenadora de Imunização da SES, a vacina monovalente XBB visa imunizar ativamente e prevenir a Covid-19 em indivíduos a partir de 6 meses de idade. Ela recomenda que aqueles que receberam a vacina bivalente contra a Covid-19 há mais de 6 meses busquem uma unidade de saúde para receber uma dose de reforço com a vacina monovalente da Moderna, com a cepa atualizada XBB.

A vacinação está aberta para pessoas com maior risco de desenvolver formas graves da doença, independente do número de doses aplicadas anteriormente.

Para aqueles que ainda não receberam a vacina, o esquema de vacinação é o seguinte:

  • De 6 meses a 5 anos de idade: duas doses da vacina XBB, com intervalo de quatro semanas entre elas;
  • A partir de 5 anos de idade: dose única da vacina XBB;
  • Imunocomprometidos a partir de 5 anos de idade: três doses da vacina XBB, com intervalo de quatro semanas entre cada uma.

Além disso, grupos prioritários receberão doses de reforço anual da vacina XBB, com um intervalo mínimo de três meses da última dose. Esses grupos incluem:

  • Idosos a partir de 60 anos;
  • Imunocomprometidos a partir de 5 anos;
  • Gestantes e puérperas;
  • Pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores;
  • Indígenas, ribeirinhos, quilombolas;
  • Trabalhadores da Saúde;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas privadas de liberdade (≥ 18 anos) e funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;
  • Pessoas em situação de rua.

A vacinação é essencial para conter a propagação do vírus e proteger a saúde da população, sendo fundamental que cada pessoa busque as orientações específicas para seu caso em uma unidade de saúde.

Comentários