Pantanal MS
24 de Julho / 2024

De acordo com as previsões mais recentes do modelo europeu ECMWF, esta intensa onda de frio impactará grande parte do Brasil na primeira quinzena de julho. | Créditos: ECMWF

  • Publicado em: 04 de Julho, 2024 | Fonte: Redação

A primeira quinzena de julho será marcada por temperaturas extremamente baixas, inéditas neste inverno, devido a uma forte frente fria seguida por uma onda de frio intensa. Apesar do atraso no início das baixas temperaturas, projeções indicam que a sequência de ondas de frio veio para ficar.

O Oceano Pacífico Equatorial ainda está em uma fase de neutralidade, com o El Niño já enfraquecido e o La Niña com baixas chances de se instalar, segundo a NOAA. Há cerca de 65% de probabilidade de o La Niña se estabelecer entre julho e setembro. Mesmo sem a presença definitiva do La Niña, a neutralidade com tendência negativa já está trazendo ondas de frio significativas no início deste inverno.

La Niña é conhecido por intensificar o frio no Brasil, expandindo as ondas de frio para além do Sul, alcançando Sudeste, Centro-Oeste e até, ocasionalmente, Nordeste e Norte.

Onda de frio intensa na próxima semana

A Meteored BR informou que uma onda de frio severa está se movendo pelo Chile e Argentina, com temperaturas chegando a -10°C, e deverá atingir o Uruguai e Brasil no fim de semana. De acordo com as previsões mais recentes do modelo europeu ECMWF, esta intensa onda de frio impactará grande parte do Brasil na primeira quinzena de julho.

O mapa de previsão climática indica anomalias negativas de temperatura, desde o Rio Grande do Sul até Rondônia, nos próximos dias. A onda de frio deverá alcançar o sul gaúcho neste sábado (6), avançando pelo país durante a semana seguinte. Há risco de geadas que podem causar danos em lavouras de café e milho, além das hortaliças mais sensíveis.

Na madrugada de quarta-feira (10), há possibilidade de temperaturas negativas no sul gaúcho e temperaturas abaixo de 4°C em várias áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul. Este frio persistirá na quinta (11) e sexta (12).

O frio deve se intensificar ainda mais no sábado (13), com temperaturas negativas abrangendo desde a campanha gaúcha até o planalto paranaense. Além do Sul, regiões do Mato Grosso do Sul e São Paulo também serão impactadas pela onda de frio, prometendo um fim de semana bastante gelado.

Comentários