Nossas redes

Política

Novo presidente da Câmara prega maior participação popular por uma Corumbá mais desenvolvida

Bira tem o propósito de dinamizar o Legislativo corumbaense, fazendo-o mais produtivo e interagindo com toda a sociedade da maior cidade pantaneira.

Publicado em

Bira destaca importância da população na tomada de decisões, visando tornar a cidade mais desenvolvida | Créditos: ASCOM

 O novo presidente da Câmara Municipal de Corumbá, Ubiratan Canhete de Campos Filho (Bira), assumiu o cargo na noite de ontem (2), com o propósito de dinamizar o Legislativo corumbaense, fazendo-o mais produtivo e interagindo com toda a sociedade da maior cidade pantaneira.

Em seu discurso, ele disse contar com o apoio de todos os integrantes da Mesa Diretora, e com a aprovação de todos os vereadores, “dinamizar a Casa, fazendo-a ainda mais produtiva, e mais interativa com a sociedade”.

“Espero e lutarei muito para que, nos próximos dois anos, essa Câmara possa desempenhar de forma absolutamente completa, qual seja, legislar e fiscalizar. Mais do que isso, sonho em ver uma Câmara ainda mais atuante, ainda mais participativa nas questões fundamentais do nosso Município”, continuou.

Reafirmou que é fundamental manter a independência do Legislativo “para o cumprimento da nossa tarefa”, e que manter a harmonia entre os poderes “é o caminho mais rápido para o desenvolvimento do nosso Município, o que é a objetivo de todos”.

Disse que não vai renunciar à independência e autonomia do Poder Legislativo, mas que vai continuar a estreitar os laços com o Executivo, dando suporte necessário para uma boa governança, “afinal, sei que o desejo de todos nós é fazer de Corumbá uma cidade ainda mais desenvolvida, com mais emprego, com mais saúde, mais segurança, mais turismo, mais educação e tudo mais que possa fazer com que a população sinta orgulho de viver aqui”.

Disse que “transformar Corumbá em uma cidade cada vez melhor, é uma busca constante e incessante de todos nós políticos, homens públicos e demais autoridades. Por isso a necessidade de mantermos o bom relacionamento entre os poderes para que seja haja um canal de diálogo e discussões, visando promover o melhor para a cidade”.

Reforçou que para tudo isso, é preciso a participação popular. “Esperamos que isso seja ainda maior no próximo biênio. A Câmara é a casa do povo corumbaense. É a caixa de ressonância da vontade popular. Por isso devemos criar mecanismos para, dentro dos ditames do regimento interno que nos norteia, dar voz à população, e fazer chegar até ela, as informações dos trabalhos e discussões relevantes dos vereadores em plenário”, continuou.

Revelou o desejo que a Câmara continue sendo palco das grandes discussões dos assuntos relevantes do Município, “tudo, claro, dentro do campo democrático e do direito. Afinal, o Parlamento é o local onde todos nós, de uma forma ou de outra, temos que aprender a conviver com a divergência de opinião e de ideias, o que possibilita o crescimento do Parlamento”.

Fez um compromisso com os vereadores, servidores da casa e, principalmente, com o povo corumbaense de que “trabalharei incansavelmente para colocar em prática tudo aquilo que sonhamos e desejamos. Temos em nossas mãos a grande oportunidade de fazer história, e sermos lembrarmos futuramente como uma legislatura austera, honesta e produtiva”.

Deixou uma mensagem de esperança ao povo corumbaense: “dias melhores virão e nós, vereadores, estaremos sempre na vanguarda, com atuação, com trabalho, legislando e fiscalizando para o bem-estar do Município”.

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana