Nossas redes

Geral

Professores de Corumbá pedem piso salarial e paralisam atividades

A paralisação é organizada pelo Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação).

Publicado em

Assembleia dos professores decide paralisação em resposta ao desrespeito do executivo municipal de Corumbá-MS.. | Créditos: Divulgação/SIMTED

Professores da Reme (Rede Municipal de Ensino (Reme) de Corumbá, irão paralisar as atividades escolares nesta quinta-feira (17).

Eles querem negociar com a Prefeitura de Corumbá o reajuste salarial do magistério; e implementação do plano de cargos e carreiras dos administrativos da Educação.

A paralisação é organizada pelo Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação).

A categoria também quer gestão democrática (eleições diretas para diretor escolar); elaboração do Calendário Escolar com a participação dos trabalhadores; fechamento de salas do Ensino Fundamental II na Rede Municipal de Ensino e esclarecimento sobre o bloqueio de novas adesões de beneficiados ao plano da Cassems.

De acordo com nota publicada pelo Simted, na manhã de hoje (17) haverá mobilização da categoria em frente ao Paço Municipal, no bairro Dom Bosco.

EXECUTIVO QUEBRA O SILÊNCIO

Após mais de duas semanas, o Executivo rompeu seu silêncio e se manifestou na quarta-feira (16) encaminhando Ofício ao Simted Corumbá e Nota de Esclarecimento publicada no site da Prefeitura a respeito das reivindicações dos trabalhadores.Em nota, o Executivo decidiu formar Comissão para Estudos do PCCR dos Administrativos, mas ainda há pontos controversos e discutíveis na decisão como, por exemplo, a falta de representantes da base sindical.

Por outro lado, o Executivo não marca reunião para receber a direção do Simted Corumbá e reabrir as negociações em torno do Piso Nacional do Magistério, dos reajustes de 2021 e 2022 e mesmo dos detalhes da criação da Comissão de Estudos do PCCR dos Administrativos. Sendo assim, a Paralisação e Mobilização desta quinta-feira estão mantidas.

RESPOSTA DO SIMTED

Em resposta ao Executivo, a direção do Simted Corumbá encaminhou o seguinte parecer ao Executivo:

Conforme as alegações do Executivo Municipal em Nota de Esclarecimento, divulgado no site da Prefeitura Municipal, o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted Corumbá) reforça que o reajuste de 6,42% foi resquício da negociação sobre o piso de 2019/2020 não concedido no corrente ano. Salientamos que o percentual, concedido a todas as categorias do funcionalismo público municipal de 12,13%, refere-se ao cálculo do IPCA de 2022. Esclarecemos que na reunião do dia 22/02/2022 com o Executivo foi nos apresentado um percentual de 9,94%, que seria concedido a todas as categorias depois de um estudo de Orçamento (que não foi feito). 

Portanto, no período de 2020/2021 o funcionalismo público municipal não teve reajuste, deixando nosso salário em defasagem. Dentro desses percentuais e promessas, o SIMTED busca a valorização dos trabalhadores em Educação em geral.

PCCR DOS ADMINISTRATIVOS

A reivindicação do SIMTED para a implementação do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) foi em partes contemplada, visto que o Executivo Municipal já manifestou positivamente à formação de Comissão de Estudos. Porém, o SIMTED solicita informações sobre a estrutura dessa comissão para que seja respeitada a paridade entre as partes envolvidas, que até o momento não foi encaminhada. 
 

Ainda conforme o SIMTED, argumenta que uma reunião com o Prefeito é de suma importância para os trabalhadores e que até o momento, não há agendamento e que dessa forma, a Paralisação desta quinta-feira está MANTIDA .

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana