Pantanal MS
20 de Maio / 2024

Deputada federal Camila Bazachi Jara Marzochi, conhecida como 'Camila Jara'. | Créditos: reprodução/redesocial

  • Publicado em: 18 de Março, 2024 | Fonte: Rafael Almeida

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) está prestes a decidir sobre um caso que pode resultar na cassação do mandato da deputada federal Camila Bazachi Jara Marzochi, conhecida como 'Camila Jara'. O julgamento está marcado para hoje, segunda-feira (18), às 17:00h.

Camila Jara enfrenta acusações de realizar propaganda eleitoral paga na internet após o prazo estipulado pela lei eleitoral, além de enfrentar alegações de gastos irregulares para promover suas publicações nas redes sociais.

A ação de investigação judicial eleitoral foi movida por Walter Benedito Carneiro Junior, candidato não eleito ao cargo de deputado federal nas eleições de 2022. Segundo Carneiro, Camila Jara teria utilizado de maneira indevida os meios de comunicação e abusado do poder econômico para obter vantagem sobre os outros candidatos.

O relator do caso é o vice-presidente do TRE-MS, o desembargador Carlos Eduardo Contar. A sessão será realizada em regime híbrido, com a participação concomitante de pessoas presentes no plenário do Tribunal e por meio virtual.

Se condenada, a deputada federal poderá ter seu mandato cassado, mas tanto ela quanto a acusação têm o direito de recorrer da decisão em caso de procedência ou improcedência das acusações.

Camila Jara afirmou que o Ministério Público Eleitoral manifestou-se pelo arquivamento da ação, alegando falta de base jurídica. Ela reiterou que agiu conforme a legislação eleitoral e confia na justiça brasileira, já tendo apresentado defesa por meio de seus advogados, incluindo evidências que comprovam a legalidade de suas propagandas eleitorais no pleito passado.

Comentários