Nossas redes

Geral

Conta de luz deve ficar 12% mais barata no país, diz diretora da Aneel

A conta de luz deve ficar mais barata nos próximos meses.

Publicado em

Haverá uma redução de cerca de 12% nas tarifas com a fixação do teto do ICMS para cobranças de energia. | Créditos: MS Diário / Ilustrativo

No último dia 14 de julho, a diretora-presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Camila Bomfim, afirmou que a conta de luz deve ficar mais barata nos próximos meses. Segundo ela, haverá uma redução de cerca de 12% nas tarifas com a fixação do teto do ICMS para cobranças de energia.

A fala foi dada em entrevista ao programa A Voz do Brasil. Segundo ela, o percentual pode variar entre as unidades federativas e as localidades que terão descontos maiores serão São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Isso porque esses três estados foram os primeiros a entrar com a isenção de impostos sobre a energia.

Atualmente, a conta de luz não está cobrando a mais pela produção de energia elétrica, uma vez que os reservatórios estão cheios. “A gente espera que ela continue no patamar verde. O ano [2022] tem uma condição mais favorável, os reservatórios estão em níveis muito melhores do que em 2021”, pontuou.

Conta de luz mais barata também depende das distribuidoras

A diretora da Aneel pontuou que a lei sobre redução do teto do ICMS no setor de energia elétrica “é uma vitória”. A medida também deve recair sobre o preço médio dos combustíveis e do gás de cozinha. Para isso, é necessário a regularização por parte das secretarias estaduais.

Mas o desconto médio de 12% na conta de luz não é o único fator a deixar a cobrança mais barata. De acordo com Bomfim, a revisão tarifária deve gerar descontos de 5%. Sobre isso, ela afirmou que o percentual irá depender das distribuidoras locais de energia.

“Cada distribuidora tem um montante específico de créditos a ser devolvido para os consumidores. O cálculo que a gente faz é que o impacto para os consumidores é de uma redução média de 5% nas tarifas de energia elétrica”, disse. Vale ressaltar que, além disso, a Aneel pretende manter a bandeira verde até o fim de 2022.

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana