Nossas redes

Política

Marco legal da ferrovia é aprovado pelos deputados e relator diz que MS ficará mais competitivo

O novo modal deixará o Estado ainda mais competitivo.

Publicado em

O projeto segue as normas gerais da Lei Federal nº 14.273, de 23 de dezembro de 2021, que estabelece a Lei das Ferrovias, e tem como objetivo a promoção do desenvolvimento da infraestrutura de transporte no modal ferroviário no Estado. | Créditos: Divulgação/ Alms

Foi aprovada na quinta-feira (10) na Assembleia Legislativa, em primeira votação, o projeto de lei do Poder Executivo, que dipõe sobre a expansão das ferrovias em Mato Grosso do Sul. O relator da proposta e presidente da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), deputado Gerson Claro (PP), afirmou que o novo modal deixará o Estado ainda mais competitivo.

Para o parlamentar, a implantação do sistema ferroviário estadual propicia a participação da iniciativa privada na construção e operação de ferrovias em MS, a fim de preservar a qualidade e a eficiência da prestação de serviços à população.

“Na prática, estamos tratando de um marco legal da ferrovia. Nosso Estado é vocacionado para o agronegócio e precisa dessa logística de transporte. Com a aprovação, podemos ter investimentos tanto do poder público quanto da iniciativa privada, por meio de concessões, e ampliar as possibilidades de escoamento da produção. A economia só tem a ganhar”, enfatizou o parlamentar.

Gerson Claro informou que os pareceres das comissões de mérito devem ser emitidos ainda esta semana e que a segunda votação deve acontecer já na próxima quarta-feira, dia 16.

O projeto segue as normas gerais da Lei Federal nº 14.273, de 23 de dezembro de 2021, que estabelece a Lei das Ferrovias, e tem como objetivo a promoção do desenvolvimento da infraestrutura de transporte no modal ferroviário no Estado.

Dentre os objetivos principais do projeto estão a redução do custo do transporte, a melhoria da competitividade da produção, integração com estados limítrofes e a oferta de infraestrutura adequada e segura para o transporte coletivo de passageiros.

A secretaria de Estado de Infraestrutura ficará encarregada da administração de todo o sistema, compreendendo o planejamento, a construção, manutenção, exploração e fiscalização dos serviços e obras referentes ao transporte ferroviário.

Já deu seu like para esta matéria?

Ver matéria completa
Publicidade

As Top da Semana