Pantanal MS
19 de Junho / 2024
  • Publicado em: 20 de Maio, 2024 | Fonte: Redação

Até esta segunda-feira (20), os devedores que possuem débitos de até R$ 20 mil e que recebem até dois salários mínimos ou estão registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) têm a oportunidade de renegociar suas dívidas através do Desenrola Brasil. A extensão do prazo para adesão à Faixa 1 do programa foi anunciada no final de março.

O programa Faixa 1, lançado em outubro de 2023, destina-se a pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico. Esta fase abrange dívidas contraídas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, limitadas a um valor máximo de R$ 20 mil cada (antes dos descontos oferecidos pelo Desenrola).

Através deste programa, os devedores têm acesso a descontos médios de 83% sobre o valor das dívidas, podendo chegar a até 96% em certos casos, de acordo com informações do ministério. O pagamento pode ser realizado à vista ou de forma parcelada, sem necessidade de entrada, em um prazo de até 60 meses.

No período final para a renegociação das dívidas, o ministério desmentiu duas falsas informações que circulavam sobre o programa. Uma delas sugeria que ao utilizar o Desenrola para renegociar dívidas, o cidadão não perderia nenhum benefício social. A outra afirmava que o nome do devedor não seria incluído nos registros do Banco Central.

De acordo com esclarecimentos do ministério, o Relatório de Empréstimos e Financiamentos do sistema Registrato do Banco Central não constitui um cadastro restritivo, mas sim um resumo das dívidas bancárias, empréstimos e financiamentos em dia ou em atraso. Este relatório permite ao cidadão acompanhar seu histórico financeiro e se proteger contra fraudes.

Em relação à plataforma Desenrola, ela permite a negociação de dívidas bancárias, como cartões de crédito, bem como contas atrasadas de serviços como educação, energia, água, telefonia e comércio varejista. Os devedores podem parcelar a renegociação mesmo com bancos nos quais não possuam conta, escolhendo a instituição que ofereça as melhores condições de pagamento parcelado.

Para aqueles que possuem duas ou mais dívidas, mesmo com diferentes credores, é possível consolidar os débitos em uma única negociação, pagando à vista através de um único boleto ou Pix, ou financiando o valor total em um banco de preferência.

Para acessar o Desenrola, é necessário possuir uma conta Gov.br. Os usuários de todos os tipos de contas - bronze, prata e ouro - podem visualizar as ofertas de negociação e parcelar o pagamento. Caso prefiram utilizar canais parceiros, não é necessário utilizar a conta Gov.br.

Comentários